Monumentos

Mosteiro | Capelas | Fonte Santa

Mosteiro

A Igreja de Bravães é, naturalmente, um ex-libris da Ribeira Lima. Para além do Ponto obrigatório de passagem, por estar integrada no Roteiro do Românico, não deixa de ser objeto de estudo permanente sendo procurada não apenas por curiosos e cidadãos ávidos de cultura, mas também por especialistas quer no âmbito a História de Arte quer no período da História Medieval.

A Igreja de Bravães faz parte da memória coletiva das suas gentes. Desde tempos memoráveis que serviu e tem servido no presente de catalisador a variadíssimas atividades culturais e religiosas.

Desde a “Missa do Galo”, transmitida há cerca de 55 anos pela então Emissora Nacional, ligando a atividade extraordinária do antigo – Padre Alcides Monteverde à ânsia de cultura das gentes e da terra desenvolvendo no teatro, no canto e na música uma apetência cívica e de cidadania que perdura.

O Grupo Coral, a Associação Cultural e a paixão pela arte vão fazendo parte da memória coletiva destas gentes, tal como o Mosteiro que de pequeninos aprenderam a “venerar”.

A Igreja Românica de Bravães, constitui hoje um documento patrimonial importante sendo relevante nos campos da arte, da religião e do turismo.

Capela da Sra. das Necessidades

Localização: Lugar do Sobrado

Capela da Sra. da Pegadinha

Localização: Lugar da Pegadinha

Capela de S. Gregório

Localização: Lugar de S. Gregório

Fonte Santa

Situada na encosta, junto à margem do rio Lima, as águas desta fonte contêm características muito próprias. Dizem os antigos que as suas águas nascem a partir de mineral de enxofre e que era, e ainda é, utilizada para curar problemas de pele.

Para além desta característica “milagrosa”, existe ainda outra que se passa na noite de S. João. Os antepassados diziam que nesta noite, as águas da Fonte Santa seguiam até ao rio Lima que dista a várias dezenas de metros desta fonte.

Horário de Atendimento

Quarta-feira: 19h às 20h | Domingo: 09h às 10h

Pin It on Pinterest